.posts recentes

. Amor incondicional

. Mel c- First Day Of My Li...

. Descartavéis

. Espirito Natalicio

. Limites

. Um dia...

. Silêncio

. Perdida...

. Maria do Rosário Pedreira...

. Orvalho da Alma

.arquivos

. Setembro 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2005

Descartavéis

Para ti
as pessoas são descartavéis.
Usas-as enquanto te é util,
e depois eliminas-as.
Não sei se o fazes consciente
ou inconscientemente.
Não sei se por maldade...
Ou se por defeito de feitio.
Não sei mesmo se eu propria
faço parte desse rol
ou se apenas deixei de ser
aquele electrodoméstico ultrapassado,
ainda util mas fora de moda.
Um dia quem sabe
alguem faça de ti também
algo que se descarta.
Que se canse de te ser util.
Afinal os proprios electrodomésticos
também têm avarias
que não valem a pena reparar!
E o meu tempo de uso e abuso está
a esgotar-se!

PR
20/12/2005

publicado por gpr às 00:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Espirito Natalicio

Pois é,para variar mais um ano...
E o meu espirito natalicio creio que foi desta que emigrou.
Não fiz a arvore de Natal e o unico remorso que possa existir é pelos miudos.
Mas creio que até para eles não faz grande diferença,visto que a avó ja a fez.
Férias de Natal e eles ate ja se pisgaram para lá.Se bem que sempre vai dando para ter tempo para arrumar as coisas cá por casa,mas sinto que o meu papel se está a desvanecer.
Prendas???Nem uma comprei!Apenas ofereci uma porque já a tinha pintado de forma personalizada,e assim obrigo-me a oferecer mais uma ou duas para não haver discriminações de afecto.Mas isto em termos de amizade,porque familiar nem uma prenda.
Afinal por pior que seja para os miudos,é a hora de ver até que ponto há a noção de que isto é uma familia ou não.
Visto que quem faz esse elo parecer forte sou eu,este ano creio que o vou quebrar explicando depois a quem de direito o porque de este ano não haver Natal.
Afinal não costuma haver mesmo,porque os que existiram sempre foram de uma forma semi-camuflada por mim para que os miudos não sofram.
Mas será que não sofrem???

Estou na duvida se deixarei o rio correr braviamente ou se terei que lhe dar o rumo...não sei sinceramente se me imponha para que este Natal como muitos os outros não passe a consoada sozinha, para que os miudos tenham um Natal como todos.Mas quem sofre com esta minha acção???Pois....eu sei quem.Mas se os deixar ir quem sofre como muitos outros anos...estarei a ser egoísta?
Ou será que deva mudar completamente o rumo deste rio,que corre sempre para o mesmo lado?

Por tudo isto,por toda a minha vivencia passada e principalmente a actual,o espirito natalicio nao está presente,que mais não seja para sofrer menos.Por tudo isto gostava de poder ter uma borracha do tempo,e apagar estes dias !

Contudo,desejo-vos um Feliz Natal,pois os outros não têm culpa de me sentir assim.

Beijokassssssss

publicado por gpr às 00:25

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds