.posts recentes

. Amor incondicional

. Mel c- First Day Of My Li...

. Descartavéis

. Espirito Natalicio

. Limites

. Um dia...

. Silêncio

. Perdida...

. Maria do Rosário Pedreira...

. Orvalho da Alma

.arquivos

. Setembro 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

Sábado, 2 de Julho de 2005

Apago os dias

Apago os dias
tentando esquecê-los sob a minha almofada.
Aí perco-me no sono
e na imensa vontade de por vezes não acordar.
Não acordar para a vida e esquecer-me que sou mãe
esquecer-me que sou mulher
e acima de tudo esquecer-me que sou escrava.
A escrava que serve os que me rodeiam
e os que dependem de mim
O cansaço e a impotência tomam conta de mim
por sentir que não sei educar
E de sentir que fracasso a cada dia que passa
De sentir que para educar
tenho que castigar,castigando-me a mim própria
para fazer cumprir o castigo que lhes imponho.
Doi-me a alma por ter que o fazer
sentindo-me a carrasca
daqueles que amo mais que a minha vida.
E quando o cansaço me vence
tento apagar os dias
E a minha cabeça já não aguenta
traindo-me com ausencias de sensatez
Traindo-me muitas das vezes com a inércia
e o cansaço pedindo-me que me anule.
E o sono toma conta de mim
E por esse sono me culpo constantemente
Desgasto-me e arrasto-me pelos dias
muitas das vezes tentando apagá-los.

PR
02/07/2005

publicado por gpr às 17:41

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds